Regulamento 2T

REGULAMENTO DA CAMPEONATO FANATICI 2021

MOTORES 2 TEMPOS

VERSÃO 07/01/2021

  1. MOTORIZAÇÃO:
  1. Os motores do campeonato serão de 2 Tempos, com livre escolha de marca, modelo, cilindrada e preparação, podendo ser com ou sem embreagem.
  2. A organização irá determinar a cada corrida a coroa a ser utilizada em cada traçado.
  3. Pilotos com mais de 95 Kg (paramentado) fica livre a escolha da coroa.
  1. CHASSIS:
  1. Chassis livre em marca, modelo e ano, sendo o freio permitido apenas no eixo traseiro.

2.    Obrigatório o uso de carenagem completa (bico, gravata e laterais) e para-choques integral de plástico.

       3.    Obrigatório o uso de protetor de corrente.   

       4.    Obrigatória a identificação do kart com número visível na gravata e para-choques.  

  1. PNEUS:
  1. Os pneus a serem utilizados no campeonato serão da marca MG modelo VERMELHO.

       2.    A organização fornecerá 1 jogo de pneus para cada piloto a cada semestre (4 etapas).

       3.   Esses pneus de corrida serão marcados com o número do kart e inicias do piloto, facilmente visível a todos.

       4    O uso de cada jogo de pneus será em provas consecutivas. No final de cada campeonato semestral, o jogo de pneus será entregue ao piloto que poderá usá-lo nos treinos.

      5.    Por motivo de segurança e economia, só haverá corrida com chuva caso a mesma seja fraca e permita que a corrida seja realizada com pneus slicks. Nenhum piloto poderá usar pneus de chuva nas corridas.

      7.    Não será permitido calibrar os pneus entre a tomada de tempos e a largada da 1ª bateria.

  1. PESO:

     1.    Peso mínimo obrigatório do conjunto Kart + Piloto é de 170 Kg, sendo de 165 kg para os karts com motores de embreagem, nos dois casos, sem nenhuma tolerância.

     2.    Todos os conjuntos serão pesados logo após o encerramento da prova.

     3.    Os pilotos serão direcionados a balança e não poderão se afastar do seu kart até o momento da pesagem.

     4.    O piloto que se negar ou não se apresentar para a pesagem, será desclassificado da bateria.

     5.    O conjunto kart/piloto será pesado na condição que terminar a corrida não sendo permitido repor partes ou peças perdidas na disputa.

     6.    Após a 1ª etapa, o piloto que estiver liderando o campeonato anual, levará um peso extra de 4 kg e o vice líder 2 kg. Esse valor será acrescido no total do conjunto piloto/kart pesados após cada etapa.

  • FORMATO DO CAMPEONATO:

     1.    Serão disputados 2 campeonatos por ano, com 4 etapas de 2 baterias cada, sendo um em cada semestre.

     2.    Dentro de cada campeonato semestral teremos a divisão de 2 grupos, MASTER e SPRINT.

     3.    Em cada etapa serão premiados com troféus os 5 melhores colocados de cada categoria.

     4.    No final de cada campeonato semestral serão premiados os 5 melhores classificados de cada categoria.

     5.    Ao final de cada semestre descem os 2 últimos colocados da Master e sobem os 2 primeiros colocados da Sprint.

     6.    Se no final do semestre houver diferença de 2 ou mais pilotos entre as categorias, 3 ou mais pilotos poderão subir ou descer para que haja equilíbrio numérico entre Sprint e Master

     7.    Todo piloto deverá descartar o resultado de 2 baterias dentre as 8 do campeonato semestral.

     8.    Paralelamente aos campeonatos semestrais, será disputado o Super Campeonato Anual (SUPER CUP) em 8 etapas, sem divisão de grupos. Neste Campeonato Anual serão 4 baterias de descarte dentre as 16 do ano. Pontos de Pole e Volta Rápida não são descartados.

     9.    Ao final do ano, serão premiados com troféus os 5 melhores colocados da SUPER CUP.

     10.  O critério de desempate dos campeonatos (Master, Sprint e Super) será a classificação sem os descartes e o segundo critério será o número de 1º lugares nas baterias, depois 2º lugares e assim por diante.

     11. As divisões de categorias Master e Sprint, ocorrerão a partir do 2º Semestre de 2021, de acordo com a classificação do 1º semestre do ano    

  • FORMATO DAS DISPUTAS

     1.     As etapas serão disputadas em 2 baterias de 15 voltas cada, com tomada de tempos de 4 voltas.

     2.     Nenhum treino ou warmup será liberado antes da tomada de tempos. Em dia de corrida os karts entram na pista direto para a Tomada de Tempos.

     3.    Antes da abertura das 4 voltas cronometradas, serão dadas 2 voltas para checagem da cronometragem e aquecimento de freios e pneus.

     4.    Logo após o encerramento da tomada de tempos, os pilotos deverão dar uma volta em velocidade reduzida e parar o kart cerca de 20 metros antes da linha de largada para a formação do grid.  

     7.    A ordem de largada da 2ª bateria obedecerá a ordem de chegada da 1ª bateria, invertendo-se as posições dos 6 primeiros colocados da bateria.

     8.    As largadas serão em movimento e em fila dupla. O pole deverá manter uma velocidade baixa e constante na volta de apresentação, principalmente nos metros finais antes da Linha de Largada e o 2º colocado deverá se manter pelo menos 30 cm atrás do 1º para que todos os karts fiquem agrupados. Não é permitido a manobra de “acelerar e frear” no momento que antecede a largada.

     9.     Ao entrar na reta de largada, os karts devem seguir alinhados em duas filas e em nenhum momento podem cruzar as linhas brancas longitudinais, o que caracterizaria queima de largada.

     10.   Se algum piloto sair da sua posição na volta de apresentação, ele poderá retomar sua posição do grid.

     11.   O desalinhamento do grid e as tentativas de ultrapassagens somente poderão ocorrer após a Bandeirada de início de prova.

     12.    Caso um piloto tenha algum problema em seu kart, que coloque ele ou os demais competidores em risco, a Direção de provas irá sinalizar com bandeira preta e laranja obrigando o piloto a parar na área técnica para fazer os devidos reparos no seu kart.  

  • PONTUAÇÃO:

     1.     Os pontos extras de Pole e Volta Mais rápida valerão apenas para o SUPER CUP.

     2.     Caso dois ou mais pilotos tenham a mesma pontuação na etapa, o desempate será a melhor colocação nas baterias, persistindo o empate o 2º critério será a melhor volta do dia em corrida e o 3º, a melhor posição no grid.

  • INTERRUPÇÃO DE PROVA:

     1.    Caso uma bateria seja interrompida com bandeira vermelha, por acidente, chuva forte, vendaval ou outro motivo que a direção de provas interprete como necessária, a classificação a ser adotada é a da volta anterior a da bandeirada.

     2.    No momento em que a bandeira vermelha for acionada os pilotos deverão levantar o braço, reduzir imediatamente a velocidade e dirigir-se até alguns metros antes da linha de chegada, sem fazer ultrapassagens e parando os karts em fila indiana numa das laterais da pista.

     3.    Caso a corrida seja retomada, será feito um procedimento de largada em movimento e em fila indiana, observando-se a posição que os pilotos se encontravam na volta anterior a interrupção da prova.

     4.    Durante a interrupção da prova, poderão ser feitos apenas reparos rápidos nos karts que estiverem no grid, porém sem substituição de peças. A entrada nos boxes e calibragem de pneus não são permitidas.

     5.    Caso a bateria não puder ser reiniciada, a direção de provas adotará uma das alternativas:

            –  2/3 das voltas completadas > Fim de prova e pontuação integral;

            –  1/3 a 2/3 das voltas completadas > Fim de prova e 50% da pontuação;

            –  Menos de 1/3 das voltas completadas > Cancelamento da bateria.

  1. PUNIÇÕES

     1.    As punições aos pilotos por atitudes irregulares na pista e descumprimento de regulamento serão aplicadas a critério da Direção de Prova, da seguinte forma:

        1.1. Toque no adversário, mesmo que o piloto não perca posições ou tempo:

                – 1ª Vez: SINALIZAÇÃO pelo Diretor de Prova

                – 2ª Vez: Bandeira de ADVERTÊNCIA

                – 3ª Vez: 3 SEGUNDOS no tempo final da bateria

        1.2. Toque no adversário, com o piloto perdendo de 1 a 3 posições = 6 SEGUNDOS no tempo final da bateria

        1.3. Toque no adversário, com o piloto perdendo 4 ou mais posições = 9 SEGUNDOS no tempo final da bateria

        1.4. Toque no adversário, com o piloto não conseguindo retornar a prova = DESCLASSIFICAÇÃO / Bandeira Preta

        1.5. Batida de Revide: DESCLASSIFICAÇÃO / Bandeira Preta e EXCLUSÃO da próxima bateria

     2.    A Direção de Prova pode aplicar qualquer uma das punições acima, inclusive cumulativas, ou seja, um piloto pode tomar uma advertência, uma punição de 3 seg e outra de 6 ou mais seg, tudo na mesma bateria.

     3.    O piloto que receber bandeira preta deverá retornar aos boxes imediatamente e será desclassificado da bateria.

     4.    Não poderá ser usado como descarte no campeonato a bateria em que o piloto for desclassificado.

     5.    O piloto desclassificado em uma bateria, largará em último na bateria subsequente, podendo ser em etapa diferente.

     6.    As queimas de largada serão punidas da seguinte forma:

            – Cruzar a linha totalmente com um dos pneus: 6 SEGUNDOS no tempo final de prova

            – Cruzar a linha passando com as 4 rodas do kart fora do alinhamento: 12 SEGUNDOS no tempo final de prova

     7.    O piloto que derrubar um cone ou pneu que delimita a pista, será punido com 3 SEGUNDOS no tempo final da bateria.

     8.    O piloto que fizer ultrapassagem em bandeira amarela, será punido com 3 SEGUNDOS no tempo final da bateria

     9.    Logo após o final de cada bateria, o piloto que se sentir prejudicado pode requerer análise dos vídeos que estiverem disponíveis.

         9.1.    Os vídeos serão apresentados pelo reclamante, com suas justificativas, ao Diretor de Provas e uma Comissão formado pelos Pilotos que chegaram nas posições P3, P6 e P9 da bateria. Caso algum desses pilotos esteja envolvido no incidente, ele será substituído pelo piloto que chegar imediatamente após ele na classificação.

        9.2.     O outro piloto envolvido no incidente será chamado para dar a sua versão ao Diretor e Comissão.

        9.3.   Após a apresentação dos fatos, os pilotos envolvidos deverão se afastar do local onde o Diretor e a Comissão irão discutir o caso.

        9.4.   Caso optem por punir alguém, a Direção de Provas usará a regra de Punições do item 1. acima e a classificação da bateria será alterada.

        9.5.   Cada piloto terá direito a dois pedidos de Comissão de Vídeo por ano. Caso o seu pedido seja procedente, esse número será mantido e ele continuará com 2 pedidos a disposição e assim por diante.

     10.    Após o pódio de premiação o resultado final da etapa não poderá ser alterado, salvo por erro de cálculo na pontuação.

     11.    Caso apareçam situações irregulares que tenham passado desapercebidas pela direção de provas e as mesmas não tenham sido julgadas pelo critério anterior, será feita uma avaliação por uma comissão julgadora de 5 pilotos sorteados entre os participantes da etapa com exceção dos envolvidos. Esses pilotos discutirão e votarão através de um grupo de WhatsApp, optando pela absolvição ou punição do(s) piloto(s) envolvido(s). As opções de voto são:

        – Não punir

        – Punir

        Caso a opção seja Punir, as punições serão:

        – 3 Posições no Grid de Largada da 1ª bateria na próxima etapa

        – 6 Posições no Grid de Largada da 1ª bateria na próxima etapa

        – 9 Posições no Grid de Largada da 1ª bateria na próxima etapa

        – Largar na última posição do grid de Largada da 1ª bateria na próxima etapa

        – Largar na última posição do grid de Largada da 1ª e 2ª baterias na próxima etapa

     12.   Uma situação comum de julgamento pós etapa, é a queima de largada com o piloto cruzando a linha branca longitudinal que define o alinhamento do grid. Caso essa situação seja observada, as punições serão:

        – Cruzar a linha totalmente com um dos pneus: 3 posições no grid da 1ª bateria da próxima etapa

        – Cruzar a linha com as 4 rodas do kart: 6 posições no grid da 1ª bateria da próxima etapa.

     13.   Outra situação comum de julgamento pós etapa, é a derrubada de cone ou pneu que são colocados para delimitar o limite da pista. Caso essa situação seja observada pela comissão, a punição por derrubar cone/pneu será de 3 posições no grid da 1ª bateria da próxima etapa

     14.   Qualquer piloto que participou da etapa pode solicitar a comissão para julgamento de um incidente que ele esteja envolvido. Esse pedido deve ser solicitado por whattsapp ou verbalmente, até as 12:00 horas (meio dia) do dia posterior a prova. Cada piloto tem direito a 2 (dois) pedidos de comissão por ano.

     15.    A Comissão de Pilotos é soberana à Direção de Provas, podendo aplicar punições mesmo que a Direção de Provas entenda de forma diferente. Para essa decisão, a Comissão irá consultar novamente a Direção de Provas, mostrando novos vídeos, fotos e relatos que eram desconhecidos dos Diretores no final da etapa.

  • SEGURANÇA:

     1.    Todos os pilotos deverão usar macacão próprio para pilotagem de kart, com calças e mangas compridas.

     2.    É obrigatório o uso de luvas, sapatilhas e meias cobrindo o tornozelo.

     3.   Os capacetes deverão ser do tipo integral (cobrindo o queixo) com viseiras que devem ser fechadas a partir do momento da entrada na pista.

     4.   O uso de colete de proteção bem como colar cervical ou hans, são obrigatórios para segurança dos pilotos.

     5.   O diretor de provas irá impedir a entrada na pista dos pilotos que não obedecerem às regras de segurança acima descritas.

     6.   É proibida a permanência de pessoas ao lado da pista, sejam elas pilotos, preparadores, auxiliares, amigos, familiares ou qualquer outra pessoa que não seja da equipe de mecânicos do piloto.

  • CALENDÁRIO e HORÁRIO:

     1.    O calendário bem como os horários poderão sofrer alterações, para adequação das etapas em cada kartódromo se a pista pré-programada estiver impossibilitada de receber nossa competição. Caso isso ocorra em alguma etapa, será votado uma nova data ou local para a corrida.

     2.    Em caso de chuva forte, que impossibilite a realização da etapa, a mesma será transferida para o dia seguinte ou outra data votada pelos participantes da etapa.

     3.    Qualquer alteração de data, só poderá ocorrer com a concordância da unanimidade (100%) dos pilotos.

     4.    O piloto interessado em mudança de data, deverá propor uma nova data e colocar em votação no whattsapp oficial do grupo.

     5.    Os horários da tomada de tempos e baterias serão divulgados na semana da corrida, podendo ter variação de uma etapa para outra, dependendo da programação do kartódromo.             

 XIII.           PARTE FINANCEIRA:

     1.    O custo de todo o campeonato está orçado em R$ 4.300,00 por piloto, divididos em 8 parcelas, sendo:

            – 2 X de R$ 1.100,00 (1ª e 5ª Etapas)

            – 6 X de R$ 350,00 para as outras 6 etapas

            Pilotos que não são da Biro Racing, diminuir R$200,00 por etapa, ficando 2 X R$900,00 e 6 X R$150,00

     2.    Todos os pilotos deverão deixar previamente 8 cheques pré-datados, em custódia dos organizadores para facilitar os pagamentos das despesas mensais.

            Os cheques serão assim datados: R$1.100,00 para 15/fev e 15/jul;

           R$350,00 para 15/mar, 15/abr, 15/mai, 15/ago, 15/set e 15/out

     3.    O piloto que se ausentar de alguma etapa não terá direito a nenhuma devolução ou recompensa financeira.

     4.    Estão incluídos nos custos acima:

                – Dois jogos de pneus, um para cada semestre

                – Diretor de provas e comissário

                – Troféus para os 5 primeiros de cada categoria, além dos troféus de final de semestres e temporada.

                – Fotos e filmes, alternados por etapa, com o Fernando e Vagner

                – Uma Camiseta por piloto e uma cerveja por etapa por piloto

  • EXTRAS:

     1.   Não serão toleradas atitudes antiesportivas, o campeonato é entre amigos e os espaços devem ser respeitados dentro da pista. Os excessos serão punidos pelo diretor de provas e os Pilotos reincidentes serão convidados a se retirar do campeonato.

     3.    Após o encerramento de cada bateria, nenhum piloto poderá discutir com outro e deverá esperar no mínimo 15 minutos para conversar a respeito de problemas que ocorreram na pista. Discussões logo após o encerramento das baterias serão punidas pelo diretor de provas.

     4.    O piloto que não se apresentar ou não estiver atento ao briefing, será punido pelo diretor de provas com 3, 6 ou 9 posições no grid de largada.

     5.    Todos os pilotos deverão participar da premiação do pódio, aqueles que tiverem compromisso deverão avisar da ausência durante o briefing da etapa.

     6.    Os pilotos que subirem ao pódio, deverão estar vestidos com macacão (fechado) e sapatilhas de corrida, caso contrário serão punidos com 3 ou 6 posições no grid da próxima etapa.

     7.    O piloto que não comparecer para receber seu troféu no pódio, será punido com 6 posições no grid da próxima etapa, salvo regra 5. acima. O piloto não pode ser representado por outro piloto no pódio.

     8.    O piloto que deliberadamente infringir regras, como: adulterar combustível, substituir os pneus fornecidos pelo campeonato, passar produtos nos pneus, e/ou outras atitudes consideradas antidesportivas, será expulso da competição e toda a sua pontuação será zerada.